- - in Nutrição

Uma das perguntas mais comuns que os vegetarianos ouvem é: “de onde você tira as proteínas?”. Oxi… Tudo que possui DNA tem capacidade de produzir proteínas, é o que acontece com os vegetais!

As proteínas são grandes estruturas que parecem um colar de pérolas todo enrolado. Cada pérola seria um aminoácido.

Existe grande preocupação em relação à ingestão de quantidade suficiente de proteínas pelos veganos e vegetarianos , isto é, em relação à ingestão de aminoácidos.

Você já ouviu falar em aminoácidos essenciais e não essenciais?

O grupo dos não essenciais são aqueles cujo nosso organismo produz. Os aminoácidos essenciais devem ser adquiridos através da alimentação, são eles:

  • Isoleucina: níveis de açúcar da circulação sanguínea e componente da hemoglobina;
  • Leucina: proteção, reparação e nutrição muscular, além de ser importante na reparação de ossos e pele
  • Lisina: integridade e crescimento tecidual, essencial para o sistema imune, enzimas e alguns hormônios;
  • Metionina: quebra moléculas de gordura em pedaços menores, poder antioxidante;
  • Fenilalanina: funções neurais de memória, cognitivas e auxilia no tratamento de problemas relacionados à depressão;
  • Treonina: fortalece o sistema imune;
  • Triptofano: antidepressivo natural.
  • Valina: formação e reparação tecidual, equilíbrio dos níveis de nitrogênio no corpo.

 

Assim como na dieta composta por carnes, nós também devemos incluir proteínas diariamente em nossos pratos.

Todos os aminoácidos essenciais encontrados em carne animal são encontrados em vegetais. Para evitar um défict proteico, recomenda-se aos veganos o consumo de grãos e leguminosas combinados.

Que os vegetais possuem proteínas nós já sabemos…Uma outra preocupação dos profissionais da saúde é a baixa digestibilidade das proteínas vegetais. Isso porque nosso organismo não produz a enzima chamada celulase, responsável por quebrar a parede celular das células vegetais e liberar todo o seu conteúdo (nutritivo!) Por isso, é muito importante mastigar o alimento muito bem, ajudando o seu processo digestivo e absorção dos nutrientes.

 

Fontes:
Couceiro, P.; Slywitch, e.; Lenz, F. Padrão alimentar da dieta vegetariana. Einstein. 2008;
6(3):365-73.
Sociedade vegetariana brasileira. Proteínas e vegetarianismo. Disponível em:
http://www.svb.org.br/home/205-vegetarianismo/saude/artigos/131- protes-e- vegetarianismo

Deixe seu Comentário

Seu e-mail não será divulgado

Seu Comentário*

Nome*

Email*

Website*