Brent StirtonNotícias 

Foto de Rinoceronte morto ganha concurso

Caçadores clandestinos mataram o rinoceronte negro na Reserva Hluhluwe Imfolozi – África do Sul.

O fotógrafo sul-africano, Brent Stirton, registrou o crime como parte de uma investigação do comércio ilegal de produtos feitos com partes de rinocerontes.

O chifre de rinoceronte é muito valorizado em países como China e Vietnã, devido à crença de que pode curar várias doenças, como câncer e pedra nos rins.

A fotografia lhe rendeu o prêmio na competição de Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano, organizado pelo Museu de História Natural de Londres.

Brent Stirton foi além de registrar o fato. Em seu depoimento, disse como se sente ao registrar cenas desse tipo durante sua carreira no fotojornalismo.

“O meu primeiro filho nascerá em fevereiro, eu tenho 48 anos. E eu acho que demorei tanto tempo (para ter filhos) porque eu meio que perdi a fé na humanidade com o trabalho que chamamos de fotojornalístico. Você de certa forma perde a fé na humanidade.”

“Para eu vencer isso, para o júri reconhecer esse tipo de foto, isso ilustra que estamos vivendo em um momento diferente agora, que isso é uma questão real. A sexta era de extinção é uma realidade e os rinocerontes são apenas um entre as muitas espécies que estamos perdendo em uma velocidade acelerada, e eu sou muito grato à escolha do júri porque dá uma outra perspectiva para essa questão”.(BBC)

Veja outras fotos vencedoras da competição:

Daniël Nelso
Daniël Nelson

 

Peter Delaney
Peter Delaney

 

Justin Gilligan
Justin Gilligan

 

Tony Wu
Tony Wu

 

Laurent Ballesta
Laurent Ballesta

 

Bertie Gekoski
Bertie Gekoski

 

 Ekaterina Bee - 10 anos
Ekaterina Bee – 10 anos
Share on FacebookPin on PinterestShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Relacionados

Leave a Comment